terça-feira, 2 de março de 2010

Cigana é presa após agredir mulher

Uma cigana pertencente a um grupo de ciganas que atuam na Praça da Sé em São Paulo foi detida após agredir fisicamente uma de suas “clientes”, a qual abordou para fazer leitura de sua mão.

Segundo a cigana Carmen Rosa, de 49 anos, ao fazer a leitura da mão da mulher, viu que a mesma viria a ser a futura amante de seu marido, o que teria motivado da agressão. “Essa mulher é uma vagabunda, leviana, ela será amante do meu marido. Resolvi agir desde já”, comentou a cigana.

grupo-ciganas-se

Grupo de ciganas que atuam abordando pessoas na Praça da Sé em São Paulo

A moça que sofreu as agressões não quis ser identificada, porém prestou queixa na 14º DP contra a cigana. “Essa mulher é louca, nunca me viu, como pode afirmar uma coisas dessas?”, disse ao sair da delegacia.

Segundo o dono de uma banca de jornais próxima, essa não é a primeira vez que as ciganas causam problemas. “Certa vez uma cigana agrediu um pedestre que não quis ter sua mão lida“. “Esse povo devia ir pra puta que pariu”, finaliza o jornaleiro.

De acordo com o delegado que atendeu o caso, a cigana pode pegar de 6 meses a um ano de prisão.

Um comentário:

  1. MENTEM, TRAPACEIAM, COLOCAM ANÚNCIOS ENGANOZOS NOS JORNAIS E REVISTAS E NENHUM ÓRGÃO FISCALIZA. AGOR VÃO ATRAS DE CAMELÔS QUE VENDEM SUAS MERCADORIAS REAIS E PALPAVEIS, MULTAM ESTABELECIMENTOS POR QUALQUER MOTIVO.
    POR QUE NÃO TOMAM UM ATITUDE CONTRA ESTES ESTELIONTOS, CHANTAGENS E ATE AGRESSÕES FÍSICAS?
    ESTA GENTE PRECISA APRENDER A SER HONESTA, NÃO QUEREM EXIGIR SEUS IREITOS, POR QUE NÃO VIVEM DE FORMA SERIA?
    ESTAMOS EM 2010, NÃO CHEGA DE ENGANAÇÃO? EXPLORAR A FÉ PUBLICA NÃO É CRIME?
    A FISCALIZAÇÃO TEM QUE FECHAR ESTAS CASAS E IMPEDIR QUE O MAL SE ALASTRE MAIS.

    ResponderExcluir